Uma Razão para Viver. A luta pela vida de pacientes com polio.

Man climbs CN Tower steps in wheelchair

Escrito por Ricardo Shimosakai

29 de novembro de 2023

Uma razão para viver. É curioso ver o filme e comparar como a poliomielite era tratada em 1958, data em que se passa o filme, e a forma com que a sociedade encarava as pessoas com deficiência que tinha essa doença, conhecida no Brasil também, como paralisia infantil, apesar que a história é com um adulto. Repare na precariedade das cadeiras de rodas da época, então tudo era muito difícil, e tudo o que temos hoje, é uma construção de várias forças de diferentes pessoas, para que a acessibilidade seja melhorada, e a inclusão cada vez mais praticada.

Eu me considero como um dos vários atores principais da história da vida real, cada um em sua área, em locais diferentes, realizando ações distintas, mas que por vezes nos unimos para lutar em conjunto. No meu curso, eu falo da importância da tecnologia assistiva, e nos meus treinamentos, mostro como aplicar a verdadeira inclusão, pois muitos não tem uma idéia clara e correta sobre a sua definição. Também estou acostumado a falar sobre esses assuntos, de forma mais objetiva em minhas palestras.

Mas vejo que o que mais dá resultado, são as minhas consultorias em acessibilidade, pois nelas eu aplico todo o meu conhecimento de anos de experiência prática, extremamente atualizada e criativa. Por mais que eu tente ensinar isso, como faço também em minhas aulas, transferir toda essa bagagem para alguém é bastante difícil, e isso é normal. Meu trabalho é constante, e passo meu conhecimento de forma aberta, através de meu instagram e meu canal do YouTube, além dos artigos no blog.

Uma Razão para Viver

“Uma Razão para Viver” é um emocionante drama dirigido por Andy Serkis, que narra a extraordinária e inspiradora história real de Robin Cavendish, interpretado de maneira magistral por Andrew Garfield. O filme, lançado em 2017, mergulha na vida vibrante de Robin, um aventureiro cujo mundo é drasticamente transformado quando é diagnosticado com poliomielite, deixando-o paralisado do pescoço para baixo.

A trama se desenrola ao acompanhar a jornada de Robin, desde sua vida repleta de aventuras até os desafios enfrentados após o diagnóstico da doença. Determinado a não se render à paralisia, Robin encontra uma razão para viver ao lado de sua esposa dedicada, Diana, interpretada por Claire Foy. Juntos, eles desafiam as expectativas ao buscar uma vida plena, superando as limitações físicas e enfrentando as adversidades com coragem e amor.

“Uma Razão para Viver” destaca não apenas a resiliência de Robin diante das circunstâncias, mas também a importância dos relacionamentos humanos na busca por significado e propósito. A amizade leal de Teddy Hall, interpretado por Tom Hollander, e o apoio incondicional de Diana desempenham papéis cruciais na jornada de Robin para encontrar uma razão para viver.

A cinematografia habilmente retrata a dualidade entre os momentos de aventura pré-diagnóstico e a adaptação pós-paralisia, proporcionando uma experiência visual envolvente. A trilha sonora emotiva complementa cada cena, intensificando as emoções e destacando a perseverança de Robin em sua busca por uma vida significativa.

“Uma Razão para Viver” é mais do que uma história de superação; é um testemunho poderoso da capacidade humana de encontrar esperança e propósito mesmo nas situações mais desafiadoras. Este filme comovente e inspirador deixa uma marca duradoura, lembrando-nos da importância de valorizar cada momento e encontrar nossa própria “razão para viver” em meio à adversidade.

Em última análise, “Uma Razão para Viver” transcende as barreiras do cinema convencional ao explorar a profunda busca humana por propósito e significado. A repetição da expressão “uma razão para viver” ao longo do filme não é apenas uma escolha linguística, mas sim uma reflexão constante sobre a essência da existência. O filme nos leva a contemplar não apenas as dificuldades enfrentadas por Robin Cavendish, mas também a universalidade da busca por significado em nossas próprias vidas.

 

Compartilhe acessibilidade

Ajude outras pessoas a se manterem atualizadas com nosso conteúdo voltado para a acessibilidade

Curso Online
Comprar Acervo Digital

Você pode gostar……

Seus comentários são bem-vindos!

0 comentários

Enviar um comentário

" });