Turismo Acessível com Mário Beni e Ricardo Shimosakai

Man climbs CN Tower steps in wheelchair

Escrito por Ricardo Shimosakai

6 de setembro de 2023

Turismo Acessível com Mário Beni. Nesta live, Ricardo Shimosakai foi convidado por Mário Beni para conversar a respeito do Turismo Acessível, no programa “Troca de Idéias” em seu canal do YouTube.

Mestre em Ciências Sociais, Doutor em Ciências da Comunicação e Professor Associado em Planeamento e Desenvolvimento Regional. Possui experiências acadêmicas como aluno e professor em diversos programas de pós-graduação, mestrado e doutorado no Brasil e em países da Europa e Ásia.

O professor Mario Beni foi o responsável pela criação do primeiro curso de turismo nas universidades brasileiras. É professor aposentado da Escola de Artes da Universidade de São Paulo, responsável pela criação dos Mestrados e Doutorados em Turismo da Universidade de São Paulo, da Universidade de Brasília e de outras renomadas instituições acadêmicas.

Membro da Academia Internacional de Turismo e da Academia Brasileira de Eventos e Turismo. Membro efetivo do Conselho Nacional de Turismo do Brasil por indicação do Presidente da República. Vice-Presidente de Planejamento e Capacitação da Confederação Nacional do Turismo e Reitor da Universidade Corporativa da Confederação Nacional do Turismo em parceria com a ABRESI – Associação Brasileira das Entidades e Empresas de Gastronomia, Hospedagem e Turismo.

Dentre as várias publicações de Mário Beni, destaque para o livro “Análise Estrutural do Turismo” que, no Brasil, se consagrou como obra referência nos cursos formativos em Turismo. Me lembro quando eu estava na faculdade de turismo, na Universidade Anhembi Morumbi, este era praticamente o único livro referenciado em todos os trabalhos de conclusão de curso, meu e de meus colegas.

 

Turismo Acessível com Mário Beni

Após uma introdução sobre o Turismo Acessível com Mário Beni, sobre seus conhecimentos e participações no desenvolvimento desse tema, Ricardo Shimosakai colocou uma de suas principais percepções, que o mercado em geral, pouco considera a pessoa com deficiência como um consumidor, apesar das leis que obrigam a ter acessibilidade. Isso por falta de informação, pois o número de pessoas com deficiência é grande, então é um público que se bem atendido, pode gerar grande retorno.

Mário Beni perguntou se o Parque dos Sonhos, que é um Hotel Fazenda em Socorro, referência em acessibilidade, não criou um efeito multiplicador para o turismo acessível. Ricardo Shimosakai respondeu que esse exemplo ajudou, e continua ajudando a dar mais visibilidade para o mercado do turismo acessível, mas que outros empreendimentos não se esforçam para investir na acessibilidade da mesma forma que o Parque dos Sonhos faz, e portanto os resultados são menores. O Turismo Acessível com Mário Beni tem um grande papel social e por isso sua importância vai além do mercado.

Ricardo enfatizou a falta de profissionais especialistas em acessibilidade, e que os poucos que existem, tem uma visão somente para as normas, e que não enxergam as reais necessidades dos usuários, as pessoas com deficiência. Muitos desses, também não conhecem o operacional turísticos, e só sabem projetar obras arquitetônicas, portanto fazer um projeto sem conhecer o público-alvo e o mercado, a possibilidade de encontrar falhas é muito grande.

A acessibilidade precisa ser planejada, onde todos os equipamentos e serviços turísticos sejam acessíveis, afinal não adianta um destino com um ótimo hotel, mas sem um transporte e atrativos turísticos inacessíveis. Ricardo citou a cidade de Bonito/MS como um exemplo, onde ele prestou um serviço de consultoria em acessibilidade para o destino como um todo. Como é uma cidade pequena, e todos do trade turístico se conhecem e já trabalham em conjunto pensando no sucesso do destino, o trabalho foi mais fácil. O resultado foi bastante satisfatório, comprovado pelas opiniões de vários turistas com deficiência que visitaram o local, apesar das limitações de um destino de natureza.

Ricardo colocou várias outras observações como a necessidade da sociedade adotar a acessibilidade e a inclusão como algo regular, presente em todos os lugares, pois isso é uma obrigação exigida por lei, além de uma grande oportunidade de negócios, se feita de forma correta através da orientação de um profissional. Veja o vídeo completo abaixo para ver a conversa na íntegra sobre o Turismo Acessível com Mário Beni.

Ricardo Shimosakai ingressou no PPGTUR – Programa de Pós-Graduação em Turismo da EACH (USP Leste) – Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo, pois deseja se preparar para que suas aulas tenham um valor acadêmico ainda maior.

Com um título de Mestre, seus ensinamentos através dos cursos e treinamentos, serão mais valorizados e sua consultoria em acessibilidade ganhará um novo diferencial. Já um especialista em acessibilidade com anos de experiência, que vive a acessibilidade na prática por ser uma pessoa com deficiência, estudioso com experiência internacional, com uma grande popularidade através de seu blog, perfil do Instagram e canal do YouTube, ganhador de diversos prêmios pelo reconhecimento de seu trabalho, agora o Mestrado bem para valorizar ainda mais seu profissionalismo.

A conversa sobre o Turismo Acessível com Mário Beni e Ricardo Shimosakai foi rica de informações, mas você pode ver outras temáticas importantes sobre acessibilidade em outras lives clicando aqui. Turismo Acessível com Mário Beni

Compartilhe acessibilidade

Ajude outras pessoas a se manterem atualizadas com nosso conteúdo voltado para a acessibilidade

Curso Online
Comprar Acervo Digital

Você pode gostar……

Seus comentários são bem-vindos!

0 comentários

Enviar um comentário

" });