Mapa virtual acessível. 4 dicas incríveis de posicionamento.

Man climbs CN Tower steps in wheelchair

Escrito por Ricardo Shimosakai

12 de abril de 2023

Mapa virtual acessível. Mapas são um recurso ótimo para localização, nos situam, mostram as ruas e lugares. Antigamente os mapas eram todos impressos, e nesse formato, você só conseguia ver partes separadas do mapa, e se quisesse ver mais, tinha que trocar de página, no casos dos mapas que vinham em formato de livro. Eu mesmo não conseguia chegar em muitos lugares se não fosse um mapa.

Mas a tecnologia criou novas opções de mapas, e atualmente existem os sistemas de GPS (Global Positioning System), em português, Sistema de Posicionamento Global. Além de mostrar o mapa, ele dá a direção para onde você quer ir, de forma interativa, e o próprio sistema vai “mudando de páginas” automaticamente. Para facilitar ainda mais, a maioria também possui um sistema de voz que vai te orientando passo a passo, e recalcula a rota, caso você tenha saído do caminho indicado.

Os mais populares GPS, são o Google Maps e o Waze, e particularmente eu prefiro o Google Maps. Além do mapa e orientação de ruas, ele localiza estabelecimento cadastrados, com várias informações adicionais do local, como fotos, site, telefone, e isso também ajuda bastante. Dá opções de trajeto por carro de passeio, motocicleta, transporte público (ônibus, metrô e trem), taxi ou Uber, e até de bicicleta. Ajuda a verificar o trânsito, rotas mais longas ou rápidas, e dá uma estimativa de tempo para chegar no local. Na opção de transporte público te dá os nomes dos transportes e onde pegar ele.

Mapa virtual acessível é uma ferramenta que auxilia na mobilidade

O Google Maps tem feito diversas iniciativas para o usuário com deficiência, e por isso pode ser chamado de um mapa virtual acessível, mesmo que ele não seja perfeito ou completo. O Google Maps lançou um recurso pensando em cegos, que permite às pessoas receber orientação por voz mais detalhada e novos tipos de anúncios verbais para passeios a pé.

O Google Maps também buscou melhorar para der um mapa virtual acessível também para as pessoas com deficiência física. Um tipo de filtro foi adicionado ao aplicativo, e quando você o seleciona para os trajetos com transporte público, é exibido as melhores opções de ônibus, metrô e trem, além das calçadas mais adequadas para a circulação do pedestre com deficiência física.

Outro mapa virtual acessível é o Veever. Com dispositivos de microlocalização (denominados beacons) que se comunicam com o aparelho celular por bluetooth, a solução tecnológica auxilia pessoas cegas ou com baixa visão a se deslocarem em ambientes urbanos internos e externos, provendo informações sobre o espaço físico e orientando a respeito da localização de sanitários, portas de saída e acesso à área de alimentação, por exemplo.

No Shopping Eldorado em São Paulo, existe um mapa virtual acessível mais restrito à área comercial do shopping, achei interessante e fui conferir. Ele foi criado pensando em dar uma melhor orientação ao visitante do shopping, que muitas vezes não consegue encontrar a loja desejada. No local, já existia mesas digitais de busca, mas o sistema informava somente o piso e um mapa simples do local procurado.

Agora, um novo sistema foi implantado, onde depois que você faz a busca do local, é exibido na tela um QR Code para você escanear com seu aparelho celular, e nele irá aparecer um mapa virtual, interativo, com direções passo a passo, como se fosse um GPS, só que para pessoas a pé no local. Não é preciso instalar nenhum aplicativo, o mapa aparece logo após o escaneamento. Ao invés de desenho de mapas, aparecem fotos dos corredores e lojas do shopping, da posição aonde você está, para facilitar sua localização. Pode se comparar isso ao Google Street View.

À medida que você avança nas direções indicadas pelo sistema, ele vai te dando novas direções, como virar à direita ou esquerda, utiliza também locais de referência, como por exemplo, siga em frente até a loja C&A, até finalmente você chegar até o pondo desejado. Eu achei o sistema desatualizado, pois parecia que mostrava fotos e indicava lojas que já não estavam mais por lá, e isso pode confundir bastante. O sistema também mudava de orientação todo o tempo, mesmo quando eu estava parado, então ora dizendo para eu ir à esquerda, e 1 segundo depois, sem eu sair do lugar, me dizia para ir à direita.

Eu achei a ideia muito boa, mas o sistema não estava bem preparado. E daí pensei, que se houvesse algo parecido, mas com acessibilidade, principalmente para cegos, isso seria sensacional! Imagine você que enxerga, como o ambiente de um shopping center é extremamente visual. O nome das lojas, as vitrines, os cartazes de promoção, os cardápios dos restaurantes, os produtos nas lojas, os filmes no cinema, tudo muito exigindo da sua capacidade visual.

Há muita coisa a melhorar, e uma delas é a locomoção de um cego dentro desse tipo de estabelecimento. Colocar pisos e mapas táteis, ajuda um pouco, mas não resolve, pois há muitas informações importantes para serem passadas, e um mapa virtual acessível, tem a capacidade de armazenar todas elas, só é preciso criar um sistema eficiente. No vídeo abaixo, você pode ter uma ideia melhor da minha experiência utilizando esse recurso do Shopping Eldorado.

Eu sempre presto atenção nas novidades, ou até mesmo naquelas coisas que já existem há algum tempo, mas sempre coloco o meu olhar para a acessibilidade, afinal é possível que tudo seja acessível. Muitas vezes falta a visão, por falta de conhecimento e experiência, e sem isso, as iniciativas geralmente não acontecem de forma acessível e inclusiva. Então meu papel, é fornecer meu amplo e diverso conhecimento adquirido através de anos de experiência prática, para a elaboração de projetos, através da minha consultoria em acessibilidade especializada na área.

Mas não quero ser o único, pelo contrário, quero mais lugares e serviços acessíveis, a e mais gente trabalhando com isso. Então eu dou palestras para conscientizar a importância da acessibilidade, dou aula através de meus cursos ou nas faculdades que leciono, para formar profissionais experientes. Ou para passar um conhecimento mais personalizado, os treinamentos são a melhor opção. Mostro uma base de minhas idéias, problemas e soluções, no meu perfil do Instagram, no canal do Youtube e nos artigos de meu Blog.

 

Compartilhe acessibilidade

Ajude outras pessoas a se manterem atualizadas com nosso conteúdo voltado para a acessibilidade

Curso Online
Comprar Acervo Digital

Você pode gostar……

Seus comentários são bem-vindos!

0 comentários

Enviar um comentário

" });